Quinta-feira, 15 de Julho de 2004

Fragmento 9 - Quem...

Há vidas, vidas perdidas, sem rumo e sem mar.
Perdidas nas suas proprias vidas, e sem maneira de voltar.
O mundo perde-se dentro de nós, de uma maneira incontrolada e incontrolável, sem que consigamos dar por isso. Perdemo-nos tambem nós dentro dele...
Mas perdição a nossa, que nem a conseguimos ver, passa por nosso lado e nao pára, mas arrasta-nos, para um poço sem fundo.
Claro que nem sempre é assim, podemos passar sem mergulhar neste turbilhão. Deixar o mundo de lado e continuar, num universo paralelo, sem que ninguem dê por nada.
As vezes nem nos proprios, que de tão habituados ao nosso proprio mundo, nao conseguimos deixar passar mais nada...
Triste é, por vezes, quando nem sabemos o que fazer, nem amar, nem viver, nem sonhar...
E como aprendemos a ser?
Nao há ninguem que nos possa mostrar como se leva a vida, sao escolhas proprias, que todos temos de fazer, mais tarde ou mais cedo. A unica questao é saber, quando será tarde demais...
publicado por Angel-of-Death às 16:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Não me odeies...

. Sinto a Alma gelar...

. Voltar atrás...

. Ao menos...

. So me dizes hoje...

. Talvez mentiras...

. Finalmente

. Negro no fim

. Nameless...

. Afinal, ainda não comecei...

.arquivos

. Outubro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Abril 2007

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Maio 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds