Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

thefallenangel

thefallenangel

30.11.04

Fragmento 11


Angel-of-Death

Chegou
Como o vento ou a chuva
Sem se fazer anunciar instalou-se e nada disse
Tomou como seu algo que nao lhe pertencia
Não pertence, nunca pertencerá...
Mas que ela tomou
Apoderou-se do que nunca podia ter
Do que nunca poderia ser se fez feito
Se tornou corpo e alma
Invadiu os meus sentidos
Encheu-me de sentimentos que julgava para sempre enterrados
Perdidos...
Voltou a dar sentido a um vazio
Voltou a dar vida a um coração perdido
Perdido na propria mágoa.
Chegou e ficou
Não disse nada e ficou
Chegou sem querer coisa alguma e levou tudo.
Chegou sem ser
Chegou sem fazer
Ficou e é, mesmo sem o saber.
É tudo o que nunca algum dia foi
Nem nunca algum dia será,
Um todo de alguém que não tem nada,
Uma alma que me faz perder os sentidos e a razão
Mas que me encontra até nos meus sonhos
Sonhos...
Ela chegou e voltei a sonhar
Voltei a tentar sonhar com alguma coisa
Vontade de querer ser mais
De ter mais e mais do que nada tenho.
E talvez nunca possa ter.
Ela chegou e ficou,
Dentro de mim...

By - Angel-of-Death
In - "O espelho e eu"

3 comentários

Comentar post