Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

thefallenangel

thefallenangel

29.12.04

Fragmento 14 - Não


Angel-of-Death

PC271990-2.JPG


Não
Negação, palavra que impõe acção, que significa um fim ou não.
Palavra vazia e sem sentido. Sem significado.
Um não geralmente implica um motivo, ou não.
Dizemos que não, quando realmente queriamos dizer que sim.
Somos muitas vezes falsos, connosco próprios.
E porquê não, quando o sim até é mais fácil, ou não.
Sabes, tu não és nem serás como eu, como nós, como tu até.
Tu és como eu te sempre quis, como tu quiseste ser.
Não há muito a dizer sobre ti, que já não tenha por ventura dito,
Não sei ser poético nem escrever bonito, mas sei que tu és ou não
Aquilo que sempre quis para mim.
Um vulcão, nunca extinto, escondido dentro de ti, secreto,
Longe do mundo, só no teu
Um sorriso que ilumina tudo ao passar, mas que as vezes esconde
Esconde as mágoas que te queimam a alma
E tantas vezes a tua voz se cala, mesmo quando falas e nunca dizes
O que realmente sentes, por medo, vergonha, carinho até.
Mas, quem és tu realmente? Porque te escondes de mim?
Porquê de mim?
Não sou eu afinal que te abro esses olhos azuis?
Não sou eu que te mostro o céu a esconder-se dos teus olhos?
Porque o teu azul é mais intenso que o seu.
Abre mais os olhos, vê a vida diante de ti.
Quem sou eu? Quem somos nós?

By: Angel-of-Death
In: "O espelho e eu"